terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Colocando fogo na piriquita: Sobre o clitóris.

 

Pois bem, se você tem menos do que 18 anos e sua mãe ainda não lhe deu permissão para saber coisas sobre sexo: meia volta, volver.

Há algum tempo eu venho pensando sobre o manejo do clitóris alheio. Não, não andei manejando o de ninguém que não o meu, mas acho que se eu o fizesse não teria problema para tal feito e arrisco-me a palpitar que qualquer mulher que já tocou o seu próprio não terá problema em manejar o alheio.

O problema mesmo é os menininhos que vez ou outra não sabem como encostar no tal “cacetinho” feminino.

Órgao Sexual Feminino

Vejamos o órgão sexual [ou reprodutivo, como quiserem] feminino. Tá vendo ali onde é o famigerado clitóris? [Se não, clica na imagem que ela aumenta] É lá o lugar que você vai manipular um bocadinho para deixar a garota mais animadinha. Eu disse MAIS ANIMADA, não esfolada.

Por que da advertência? O fato é que sei, por experiência própria e por ouvir azamiga, que nem sempre os rapazes sabem lidar com o grelinho.

Então lá vai a lição número 1 e a mais importante de todas:

O grelo é o cacete da mulher e ele fica duro. Na verdade, há quem diga que o órgão tem até 8 mil terminações nervosas e existe apenas para dar prazer a mulher. Além do mais, tem um ENORME detalhe, o grãozinho de feijão é supersensível.

Então não dá para você acender graveto em cima do cacete da mulherada, entendeu?

Fazendo fogo

Não dá para fazer do seu dedo ou da sua língua uma broca em cima do grelo da menina. É necessário suavidade, delicadeza e que você trate o clitóris como seu aliado durante a foda, não como um desestimulante, porque do mesmo modo que um cara pode reclamar: “peraí, toma cuidado com os dentes!” ou “peraí, não precisa apertar tanto ou ser tão rápido!” A mulher pode sentir seu fogo se apagar se o cara brincar de acender graveto na sua piriquita.

Pensa bem, se você já está com a mão lá é porque o fogo da menina já está acesso, agora é hora de soprar para fazer uma mega fogueira. Até porque se já está rolando fogo, se você resolver vir com a broca novamente o mínimo que vai acontecer é você se queimar. E abandonando a metáfora, você não vai querer se queimar com a menina e virar “o cara que não sabe mexer na piriquita” [porque cá entre nós, as meninas falam sim dos caras, quem o diga um tal “menor infrator” Smiley guardando segredo, piadinha interna, parei!]

Agora, rapazinho, se você duvida do que eu estou afirmando, pega a ponta do seu dedo indicador coloca na ponta do seu cacete e esfrega, mas esfrega com gosto. Já lhe digo que vai esquentar e vai arder. Pois é, é a mesma coisa que a moça estará sentindo e não é legal.

O legal é dar uma namorada com o cacetinho, de leve, bem lubrificado, para mantê-lo duro e teso. Seja a língua ou o dedo, há de não perder a ternura na hora de encostar no grelo. Divirtam-se…

See u!

9 comentários:

  1. Mais que um comentário, quero dar as boas vindas pelo retorno. É muito bom vê-la por aqui novamente.

    ResponderExcluir
  2. Sensacional, experimentei a dica e vi que o cacetinho da moça deve ser tratado com cuidado mesmo.


    ResponderExcluir
  3. ei, mulher. entra em contato comigo.

    quero te mostrar uns contos que fiz.

    te mando por e-mail

    olha o meu:

    chomsky.com@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Tudo verdade !!!! Assim mesmo que funciona

    ResponderExcluir
  5. Tudo verdade !!!! Assim mesmo que funciona

    ResponderExcluir
  6. Menina, amei a forma e o conteúdo explicativo de manipulação do fogo! Sucesso aí! Bjim

    ResponderExcluir
  7. Muito boa a explicação adorei 😱

    ResponderExcluir

Comentários moderados.