quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Singularidades: Solidão e silêncio acalmam a alma.

Szabo Eszter, da Hungria, mostrou este morango em formato de coração nas mãos de sua avó, chamando a imagem de 'Verão na Casa da Vovó'.

Solidão e silêncio. Eu os amo… Mas, certo é, que muitas pessoas têm medo dessas duas palavras, não se sentem confortáveis, tremem, gemem, rangem os dentes e gritam. A solidão e o silêncio são, muitas vezes, representações fiéis de momentos angustiantes, agoniados.

Já ouvi falar muitas coisas sobre a solidão, uns dizem que na solidão a gente se encontra com o myself e daí em diante isso pode se desdobrar em agonia ou não. Outros dizem que na solidão a gente aprende a se amar, a pensar em nós mesmos de um modo especial e a gostar de se fazer companhia. Contudo, não conheço muitas pessoas que se conhecem e que têm certezas sobre quem são, penso que por isso, para essas pessoas que não se conhecem estar sozinho é angustiante, pois é como estar com um desconhecido. Quem nunca sentiu que havia algo em si que não era propriamente seu? Quem nunca se notou pensando coisas que nunca diria a alguém, pois não o reconheceriam?

A solidão nos expõe ao que temos em nós mesmos, a solidão no faz parar e suportar o que temos de pior. Aquele pior que vivemos a cobrar que os amigos suportem, mas que nem nós mesmos queremos suportar. Um dia assistindo o programa Provocações eu ouvi o Abujamra dizer que humano é uma palavra velha, um termo obsoleto. Penso eu que ser humano é velho, porque é, conceitualmente, ineficaz. O humano nos remete a um ser biológico, que pode estar só e em silêncio. No entanto, poderíamos falar de pessoas e/ou ciborgues do nosso mundo moderno ou seria pós-moderno? Podemos falar de um ser social.

A solidão é capa da revista: “Cada vez mais as pessoas vivem sozinhas em seus apartamentos”. E no canto esquerdo inferior um chamada para um artigo sobre gatos. Gatos?  Uma reportagem sobre como educar bem o seu gato. O canto esquerdo inferior da revista traz a solução para a manchete e o bricolê revela: “Não viva sozinho em seu apartamento, compre um gatinho”. E por aí estão vários apartamentos solitários com gatos cute-cute em suas janelas.

Mas e o silêncio? O silêncio angustiante não existe em um mundo de ciborgues.

LisaFoo

O silêncio acaba quando me conecto a TV ou ao celular, o silêncio não resiste ao computador, ao rádio, ao carro ou qualquer outro mecanismo que conecta a pessoa e o transforma em um ciborgue, lhe possibilita ultrapassar limites, possibilita adquirir técnicas que não estão no corpo [humano] de modo natural.

E daí o mundo de ciborgues, pós-moderno, descolorido, cheio de matéria e energia, se torna um mundo em que não há solidão e nem silêncio.

Se calar é tão dolorido que seria mais fácil mandarem arrancar a língua fora, no mundo de ciborgues ninguém precisa se calar, o silêncio é proibido e entre Rafinhas Bastos e blogueiros anônimos ouvimos o zumbido de blá-blá-blás que não cessam, todos têm opiniões, todos sabem fazer belas fotos, todos podem se manifestar, todos devem escolher, ninguém mais admite seguir orientações dos outros, mas ninguém escolheu fazer assim por si só.

A ordem é evitar o silêncio e a solidão, custe o que custar!

A solidão se evita com os gatos e o silêncio com as tecnologias. Mas o conhecer a mim mesmo como se evita? Uma hora você terá que se olhar no espelho, olhar nos olhos e perceber que não há tempo para evitar mais, o silêncio e a solidão são necessários. Assuma-os!

See u!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Como resolver tudo com sexo? Mais lições.

Sexo é o motor da humanidade. Freud explica. Com sexo podemos resolver tudo que acontece conosco.

sexo0Hoje, neste post, irei falar um pouco sobre como usar o sexo para fazer da sua vida uma vida maravilhosa. Sim… Sexo é lindo. Comecem a acreditar sexo não é tão ruim como pode parecer.  Smiley decepcionado

Se você tem uma imagem imunda sobre sexo em sua mente, do tipo:

- viu sua tia dando para um cara bizarro e gemendo muito quando você tinha 8 anos?

- quis se aconchegar entre seus pais no meio da noite e pegou os velhos trepando violentamente?

- assistiu “Hora do Pesadelo” e viu o Freddy enfiar um cotonete horroroso no ouvido do carinha? [ops… não, não! Esse exemplo não se aplica. Foi mal…]

- assistiu Emanuele na band e ela estava chupando um cavalo?

Preste atenção!!!

Tudo isso vai sumir quando você perceber que pode ganhar muito na vida fazendo sexo.

Como resolver tudo com sexo em 7 lições [eu gosto do número sete, e daí?]

1ª – Sexo existe para você se aliviar, sabe aqueles dias de tensão, que você está preocupado com alguma coisa, não consegue se concentrar em nada, sua mãe morreu, perdeu o emprego, tá tudo uma desgraça eterna? Procure algo ou alguém e faça sexo, logo você estará pronta para se estressar novamente.

2ª – Sabe aquele carro lindo que você quer a todo custo? Então! Basta um pequeno investimento em si e um personal style para que você possa comercializar sexo de luxo e logo você vai estar morando em uma cobertura em Madri. Smiley piscando

3ª – Ah! Você já vive por aí dando igual uma louca? Pois bem, está perdendo tempo, lindinha… Comece a cobrar, de grão em grão a galinha enche o papo, já dizia minha vó.

* É casada? Comprometida? Ah! Que coisa, não…  Tenho lições especiais para você. Mesmo em situações de contrato também é possível conseguir coisas com o sexo, minha tia avó tinha altas teorias sobre. *

4ª – Greve de sexo. Ou seja, não faça sexo para que você consiga algo através do sexo. Mas greve de sexo só pode funcionar se você fizer água na boca dele, fique deliciosamente mais bonita e gostosa nos dias em que estiver de greve, pois se não minha filha, nem vai adiantar, casais quase não fazem sexo mesmo.

5ª –  Agora se você não é adepta de greve. Peça o que quiser durante o sexo. Uma gemidinha ali, uma reboladinha aqui e você sussurra: – Deixa eu usar seu cartão de crédito amanhã. E ele vai gemer um siiiiimmm…

6ª – Não deu muito certo o pedido entre gemidos? Mother’s fucker! Ele é mais esperto do que supunha. Então negocie algo que você ainda não fez no sexo [por isso é sempre bom manter algo virgem], uma chupada em lugares obscuros, uma cavucada em lugares obscuros em você e por aí vai. imagesPode funcionar.

7ª – Não rolou uma negociada. Você não tinha nada virgem para negociar. Que bosta, heim… Então é hora do “vou chamar uma amiguinha para brincar com a gente”. E aí, querida, você pode pedir até a lua, porque ele vai trazer.

Agora se nenhuma dessas coisas funcionar, minha cara, desista!!  Vá fazer terapia, trabalhar que nem um jegue, fuja de diversão, porque sua vida é e sempre será uma merda, você não nasceu com o fiofó para a lua e não vão ser essas liçõezinhas safadas que vão melhorar sua vida.

Aviso: Cuidado com essas lições, podem ser prejudiciais a saúde.

See u…

sábado, 8 de outubro de 2011

Nem Luxo, nem lixo: Sobre gozar no final.

 

salto-alto-160442-3Lá vou eu para mais um post bem mulherzinha.

Mulher é um ser complicado mesmo, não duvidem. Quando a gente quer uma coisa, de repente descobrimos que queremos outra, algumas vezes eu acredito que nós mulheres fomos criadas para NUNCA, jamais confiar em ninguém. Confiar é complicado, deixar que o outro invada a nossa vida é complicado, falar sobre o que é invadir nossa vida também é complicado. Eu poderia escrever um post mega enorme triplo pra mais sobre as angústias e agonias de ser mulher e ter sido educada pra sê-lo, mas não é o meu objetivo aqui.

No fim, mulher é um algo corajoso que treme de medo. Mulher é alguém que topa tudo, mas desde que seja a interpretação dela do que é tudo. Mulher faz barulho, baderna, desordem, mas no fim quer tudo organizadinho e no lugar, pois morre de preguiça de procurar pelo esmalte novo que ela tinha certeza que tinha deixado bem ali.

E aí vem o problema com o macho, pode ser do tipo alfa, beta e caralho a quatro. Contudo, na verdade, só existem dois tipos básicos de homens na cabeça de algumas mulheres. Vejamos:

O Homem tipo Jim Shannon (personagem do novo seriado da Fox – Terra Nova)terranova01

Ele é aquele tipo briguento, forte que faz qualquer coisa pela sua família. Do tipo que adora se colocar na frente e aparar bala no peito.   Todas Suspira!!! Ai ai…  Ele é cheio de atitude e vai fazer qualquer coisa para se manter perto de você e cuidar para que nada lhe aconteça.
O problema desse aí é que ele sempre vai parecer pouco confiável, homem com atitude demais parece ser sinônimo de encrenca. A mulher pode se sentir super segura ou super insegura ao lado desse tipo. E o que fazer? Nada! Pois ele não vai mudar e se você o ama vai ter que aprender a lidar com o jeito falastrão, conquistador e intempestivo dele.

are-leonard-and-penny-breaking-up

O Homem tipo Leonard  Hofstadter (personagem de The Big Bang Theory – Warner Bros)

Ele é um fofo, super inteligente, sempre disposto a lhe ajudar. Vai tentar fazer de tudo para lhe deixar sempre feliz, vai obedecer a todos os seus comandos e vai trazer café na cama, sem esperar nada em troca. Só de você olhar para ele com amor já está valendo.

O problema é que ele nunca vai lhe surpreender com um olhar conquistador, um jeito caliente, porque ele é super tímido e pode ter certeza, quem chegou junto foi você, porque ele não teria coragem. E aí você fica agoniada com falta de atitude dele, fofura demais sobra.

Enfim, são dois tipo de homens que não devem ser pensados de uma maneira pura, alguns homens são uma mistura dessas duas coisas, um pouco de um e um pouco de outro, mas sempre tem um pouco mais de um do que de outro. Smiley mostrando a língua 

E aí as mulherzinhas ficam malucas, sem saber como fazer, por onde caminhar, porque elas gostam das características que há nos dois. De um lado o forte e briguento e do outro o tímido e fofo. A mulherada fica dividida entre a puxada firme no cabelo com lambida no pescoço e o café na cama com um amoroso sorriso. E por que será que mesclar as duas coisas no mesmo momento sempre fica parecendo tão tosco?

Por exemplo: Um café na cama com um amoroso sorriso sacana e ele lhe dá morango na boca e morde sua boca molhada de morango, cafunga seu pescoço e joga  bandeja de café da manhã no chão para lhe dar aquela puxada firme no cabelo. Oh! My God… É muita informação. A mulherada maluca parece que não processa… E o rapazes também não, a cena fica parecendo novela mexicana bem tosca.

É uma pena… Esse negócio de ficar entre dois polos é um saco. Ou luxo, ou lixo? Ou oito, ou oitenta? Escolher tanto cansa!!!

Eu quero é ter saúde para gozar no final.

See u.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

-=-= Vislumbrada =-=-

[Escrito por mim em 2005]

São outros dias
Vejo depois dos óculos3059cafe
um cigarro de canela
em uma mão de escritora
com unhas grandes e escuras

Em uma mesa redonda em um bar-café
Um guardanapo aberto e um bela caneta
Um copo de caipirinha
com uma suave marca de baton cravo e canela

Mãos frias, pescoço aquecido com um cachecol listrado
Cabelos curtos, quem os cortou não sabia cortar cabelos
Mal penteados
As idéias fluindo na cabeça

Coração de quem vive em um mundo seu
Cidade pra quem não precisa de companhia
Meia noite e ainda não é hora de voltar para o lar
Lar? definitivamente ela não tem um lar

Tem uma casa cheia de fantasmas
Uma geladeira com o substancial
Uma cama quente, ora vazia
Um computador com muitos giga's de história

Vislumbra sentada no corredor da faculdade
Com um livro de Clarice Lispector na mão
E os olhos fixos na parede suja de pés que se apoiaram
É um futuro que poderá vir