sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Cerveja escura: Aprecio muito.

Não é muito interessante escrever esse post visto que estou impossibilitada de beber qualquer bebida alcoolica por causa do tratamento da trombose. Mas eu ando com tanta, tanta, tanta vontade de  uma cerveja, já fazem seis meses que estou restringida e hoje eu precisava de uma cerveja para descansar os ombros.

Não sou uma super fã da loira gelada, prefiro um Bacardi ou um vinho. Só que no calor que faz aqui na minha cidade – agora mesmo, fim da tarde que começa a refrescar um pouco, a temperatura está em 34° – a gente acaba aprendendo a apreciar a cerveja. Meu paladar agrada mais da cerveja escura, até um tempo atrás eu só apreciava a Malzebier – nunca gostei muito da Caracu.

grande_306

Foi então que eu conheci a Xingu. Ela não é Malzebier, não conheço muito bem de cervejas e não vou saber explicar qual a diferença, mas sei que a Xingu não é Malzebier. Tem alguns blogs por aí que explicam mais sobre cervejas. Vi que a Xingu é considerada uma Sweet Stout, mas não me pergunte o que isso significa.

O que eu sei dizer sobre a Xingu está nos meus sentidos e na minha experiência com ela. Ela é doce e amarga, a espuma dela é gostosa, é suavemente forte. Smiley piscando Sacou?

Minha boca está enchendo d’água só de olhar para essa taça. HiHiHiHiHi…

Não estou ganhando  nada para fazer propaganda da cerveja, mas estou com vontade dela hoje. Estou com vontade de beber até sentir aquela leveza de quem bebeu o suficiente para gargalhar alto, mas  também para saber que não deve paquerar descaradamente o cara da outra mesa, afinal ele está com outra garota.

É a sensação de descanso. De sossego no corpo inteiro. O cheiro da cerveja na transpiração do meu baby. Sexualmente me ativa. O hálito encharcado com o doce e o amargo, a vontade de vivenciar o sossego plenamente em momentos intensos.

Mas se não for para beber a dois e depois rolar um depois. Não tem problema…brinde

A cerveja no início da noite faz o corpo sossegar o que deve estar sossegado e intensificar o que deve ser intenso. A vida, o brinde, a gargalhada, os amigos, o amor de sua vida, a saúde, o sorriso, os olhos a brilhar, o reunir, o conversar, o reclamar, o expulsar dos demônios com toda a liberdade.

E faz falta, faz falta estar na mesa a beber, a soltar o corpo, conversar com amigos. Relembrar, planejar, discutir, discursar…

Eu preciso de um brinde… Para brindar eu preciso de saúde.

Sai desse corpo que não te pertence, Trombose!

ps.: Não estou fazendo apologia a bebida alcoolica, bebe quem tem responsabilidade. Ou seja, que pode responder pelos seus atos.

4 comentários:

  1. Também estou de castigo. Nada de bebidas com alcool. Se bem que não bebo nada, mas aquela vontade aparece exatamente quando não podemos.
    Tenho uma dor horrivel quando esfria na "Homocinética" (nervo ciatico, para os intimos). É terrível qualquer dor. Cuide-se e muita saúde. Beijos...

    ResponderExcluir
  2. Desejar o proibido é terrível. =/
    Saúde para nós!

    ResponderExcluir
  3. Cassi-Anne

    Também adoro cerveja preta. Mas costumava misturar a malzbier com a cerveja normal, pra ficar menos doce. Vou experimentar a Xingu.

    Omar
    Pra evitar as dores no nervo ciático, o ideal é prevenir. Mudou o tempo, ou qualquer outra coisa que desencadeie, comece com alongamentos. Te juro que funciona. (Mas tem de fazer direito... Três vezes por dia, 20 segundos em cada postura, respirando fundo e relaxando.)

    Beijos,
    Deb.

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que vc vai gostar, Deb.

    ;)

    ResponderExcluir

Comentários moderados.