sábado, 24 de julho de 2010

Além do Arco-Íris!

beleza-do-arco-íris-thumb5770947

Quando eu era jovenzinha o arco-íris apenas representava prosperidade, a possibilidade de encontrar no fim do arco-íris o grande pote de ouro. Hoje o arco-íris tem outro aspecto simbólico, a luta pela igualdade, pelos direitos sexuais e a política do corpo.

Hoje eu quero falar sobre o arco-íris de quando eu era jovenzinha. O arco-íris que ao aparecer no céu vinha trazer a esperança que depois da tempestade o sol volta a aparecer. Que não vivemos em um vácuo, que há diante de nós existências que só se revelam em momentos especiais. Esse é o espírito do arco-íris.

“Além do arco-íris
pode ser
que alguém
veja em meus olhos
o que eu não posso ver”.

[Versão em português da música de Harold Arlen]

Sinto que está chegando o momento do arco-íris na minha vida, o momento em que começa a ficar visível o invisível, o que sempre esteve ali e por inúmeros motivos eu não conseguia enxergar. Seria ideal que conseguíssemos ter essa consciência quando a tempestade começasse, mas tempestades são imprevisíveis e talvez você tenha saído com sua melhor roupa esperando por um dia lindo de sol. Ninguém sente-se confortável em ser surpreendido com uma tempestade escura, cheia de relâmpagos e trovões. Nesse momento ninguém se lembra em dançar na chuva, ninguém se lembra que depois o sol virá. Só se pensa no dia que foi perdido, na roupa que foi suja, no perigo que se corre no meio de coriscos. A tempestade vira uma guerra pessoal, sou eu contra ela. Mas no final quem ganha é ela e só me resta a frustração.

Que venha o arco-íris e já vou anotar no meu caderninho: “Lembrar que depois da tempestade o sol volta a aparecer”, afinal, eu moro em Montes Claros – MG, não em Londres – ENG.

=D

Um brinde ao Arco-Íris.

5 comentários:

  1. Não faz eu chorar não, boba!...

    Adoro seus existencialismos, tá?

    E tb adoro você.

    Quando ver seu arco-íris, me conta?
    E eu te conto quando eu ver o meu.

    ResponderExcluir
  2. Na verdade, a letra é "que alguém veja em meus olhos o que eu não posso VER..." (É o verbo no infinitivo rsrs)

    ResponderExcluir
  3. Eu não faço ninguém chorar! =p
    Eu te conto sobre o arco-íris.. podexá!
    E eu fiz a pequena correção.. HiHiHi..
    bjinhos, Mel.

    ResponderExcluir
  4. Depois da tempestade sempre vem a ambulância :-)

    Viva o seu arco-iris com toda a intensidade do mundo, moça.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Ainda bem que voce mora em Minas, não no sul. Porque depois da tempestade(furacão, e, não é a Daniela Mercury), vem a reconstrução que pode levar anos e ao terminar vem outro fuaracão...
    E nem dá para dançar na chuva, pois o vendaval te jogaria em S.Paulo. Mas a vida é assim mesmo. Sinta o cheiro das cores de seu arco-iris, é melhor que ver as cores que, todo mundo é capaz de ver.

    ResponderExcluir

Comentários moderados.