sábado, 12 de dezembro de 2009

O trem!



Adoro ouvir o barulho do trem de madrugada. E. só percebi quanto isso é intenso em mim hoje.
O sino, o barulho dos vagões trepidando nos trilhos.


Se eu parar para pensar bem, eu cresci caminhando sobre os trilhos. Procurando equilibrio entre um passo e outro para ficar em cima de um dos trilhos ou contando os passo para caminhar sobre as tabuas que ficam entrem os trilhos.


Acho trem lindo. Nunca andei de trem, acho que vou fazer isso nessas férias, em janeiro. Vou tentar pelo menos. É capaz até que eu fique emocionada. Já andei de bicicleta sobre os trilhos, já pulei um entre-meio de um vagão para outro de um trem parado para conseguir atravessar a linha, sempre me senti como a moradora do lado de lá dos trilhos. Eu vejo a cidade partida pelos trilhos e eu moro aqui, do lado de cá... longe do lado de lá. E sinto minha energia vibrar mais forte quando atravesso os trilhos.

Não gosto de passar pela ponte... Gosto de sentir o trepidar dos trilhos. Talvez por isso eu ainda insista em andar na linha, em alguns aspectos.

Ah! Trem... passa novamente e me faz dormir?!

Um comentário:

  1. eu já andei de trem. e achei uma diliça.
    não aprecio tanto o barulho do trem pro lado de cá, as vezes atrapalhava ouvir algo na tv, mas agora a gente nem percebe que ele passa, a menos que a gente queira atravessar a linha na hora. :D

    mas é poético sim.

    =**
    linda!

    ResponderExcluir

Comentários moderados.