segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Fazer contas é phoda!


O problema é começar a fazer contas... Nesse momento parece que o saldo é sempre negativo.
Dormiu-se mal, comeu-se mal, sorriu-se muito mal...
E a pior das contas é aquela em que você começa a contabilizar o que lhe causou culpa, sentimentos de culpa que não existiam em você e pareciam que nunca iriam existir. Mas agora com a mente começando a se limpar você percebe que eles estão lá. Poxa, quanta culpa você carregava e em nome da culpa carregou muitas outras coisas. E vivenciou outras coisas que lhe trouxe mais culpa.
Relacionar-se é mesmo um pecado quando não se sabe descartar culpas. Silêncio muitas vezes é o grande sintoma da culpa. Então começamos a nos silenciar cada vez mais, começam a acontecer monólogos e monólogos só são efetivamente bons quando temos a intenção de conversarmos realmente apenas com nossa consciência. Assistir outras pessoas conversarem com suas consciências é aterrorizador.
Fazer contas nesse momento é a pior coisa que se pode fazer. Mas é inevitável.
Droga!

Um comentário:

  1. eu sigo lendo.
    você tem vomitado muitas letras.
    segue na catarse ae.

    bjo
    às órdi.

    ResponderExcluir

Comentários moderados.